CONCEITO

 

O Festival Liberdade é um Projeto Regional, assumido pela Associação de Municípios da Região de Setúbal e os municípios seus associados (Alcácer do Sal, Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Santiago do Cacém, Seixal, Sesimbra e Setúbal), em parceria com o Movimento Associativo Juvenil da Região, que pretende criar espaços de discussão e participação das Estruturas Juvenis (formais ou não formais), numa visão de esperança e confiança que na capacidade transformadora de que a Juventude é natural portadora.

Um Festival feito de ideias e iniciativas da Juventude!

Um espaço de cultura convívio, gratuito, aberto a todos os que queiram vir festejar a Liberdade!

 

 

OBJETIVOS

 

Comemorar os valores da Liberdade e a revolução de Abril;

Potenciar o envolvimento da Juventude e do seu Movimento Associativo Juvenil na construção do festival, dando-lhes a oportunidade de dinamizar os espaços, as iniciativas e os conteúdos que o integram nas mais diversas expressões: música, teatro, cinema, desporto, artes visuais, encontros e debate;

Promover um espaço de reflexão e partilha sobre as políticas de Juventude no plano da Região e do País.

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

 

 

ORGANIZAÇÃO

AMRS - Associação de Municípios da Região de Setúbal

 

FÓRUM REGIONAL

Composição: AMRS, Municípios seus Associados e o Movimento Associativo Juvenil.

Função: Abordar as linhas gerais do Festival Liberdade, assumindo os valores de Abril e da Liberdade, procurando que nele se reflitam a expressão e manifestação da dinâmica, da criatividade, da irreverência e do trabalho do Movimento Juvenil e Associativo protagonizado na Regiãode Setúbal.

 

COMITÉ ORGANIZADOR

Composição: AMRS, técnicos municipais e representantes do Movimento Associativo Juvenil da Região.

Função: Preparação e planificar o programa do Festival Liberdade.

 

GRUPO DE TRABALHO TÉCNICO

Composição: AMRS e Município anfitrião.

Função: Assumir as questões técnicas e logísticas relacionadas com o espaço que recebe o Festival Liberdade.

 

COMISSÃO TÉCNICA

Composição: AMRS e Técnicos da Juventude dos Municípios seus Associados.

Função: Coordenação dos aspetos técnicos e logísticos tendo em vista a realização e funcionamento do Festival Liberdade.

 

EDIÇÕES ANTERIORES

 

 

C FESTIVAL LIBERDADE  1994C FESTIVAL LIBERDADE 2014C FESTIVAL LIBERDADE 2015C FESTIVAL LIBERDADE 2016C FESTIVAL LIBERDADE 2017C FESTIVAL LIBERDADE 2018

1994

É lançado o Festival Liberdade pela primeira vez, como forma de comemorar o 20º Aniversário do 25 de Abril de 1974. Esta edição contou com grandes nomes da música nacional e internacional como os Delfins, Luís Represas, Maria João e Mário Laginha, Sérgio Godinho, Sétima Legião, Sitiados, Tito Paris, Vitorino, entre outros.

 

2014

Desde a primeira edição, passaram-se 20 anos e os Municípios Associados na AMRS retomam o Festival Liberdade.

Nos dias 9 e 10 de maio, no Largo do Mercado, o concelho da Moita, recebeu o Festival Liberdade que, visando assinalar os 40 anos do 25 de Abril, cumpriu o objetivo de potenciar o envolvimento da Juventude e do seu Movimento Associativo.

Foram cerca de 20 associações Juvenis que participaram nos dois dias do Festival, na Tenda Juventude ou no recinto do festival, com os seus stands ou iniciativas próprias mostrando a sua atividade, dinâmica e irreverência em áreas diversas, como no teatro, na pintura de grafitis, na música ou no debate de ideias. O espaço que era grande tornou-se pequeno para os mais de 20.000 visitantes do Festival, que contou com um cartaz composto por nomes como a Banda do Andarilho, os Deolinda, os Cais Sodré Funk Connection e os The Gift.

 

2015

Marcada pelo sucesso da edição anterior, a AMRS lança um desafio maior ao Movimento Associativo Juvenil. A 22 e 23 de maio, o Seixal recebeu a 3ª edição do Festival Liberdade, onde a Juventude e o seu Movimento Associativo assumiu mais responsabilidades tanto na conceção como na organização. Foram realizadas várias reuniões preparatórias com o Movimento Associativo Juvenil da Região que definiram os espaços e dinâmica do Festival.

A Quinta da Marialva, na freguesia de Corroios, recebeu mais de 30 stands na Mostra Associativa, onde se juntaram outros espaços e iniciativas, como um pequeno palco para músicos amadores, dança, curtas de cinema, entre outros, onde mais de meia centena de projetos provaram a existência de uma Juventude dinâmica.

Num Festival que recebeu mais de 30.000 visitantes, atuaram no palco principal bandas como Skills & The Bunny Crew, Diabo na Cruz, Boombox, The Act-Ups, HMB e Expensive Soul.

 

2016

Em 2016, o concelho do Barreiro foi o anfitrião 4ª edição do Festival Liberdade. Edição, que assinalou a comemoração dos 40 anos da Constituição da República Portuguesa e dos Valores de Abril.

O Festival conseguiu ir mais longe no seu objetivo e alcançou um maior envolvimento da Juventude e das suas diversas estruturas associativas e expressões. Foram criados mais e novos espaços potenciando mais iniciativas, presenças e participações, como são exemplo, o Palco Paz, inteiramente dedicado aos novos valores da música Regional, ou o Espaço do Desporto, com a presença de diversas demonstrações e possibilidade de experimentação pelos visitantes de várias atividades desportivas.

Esta edição do Festival Liberdade contou com cerca de 50.000 visitantes e mais de meia centena de estruturas juvenis estiveram envolvidas na organização do evento.

Os Kumpania Algazarra, o Dengaz, o Richie Campbell, os Dead Combo, o Carlão e o Gabriel O Pensador foram os cabeça de cartaz desta edição e a apresentação, esteve, pela primeira vez, a cargo do Rui Unas, que fez ao vivo e em direto, o seu programa “Maluco Beleza” a partir do recinto do Festival.

 

2017

O Parque Urbano de Albarquel, em Setúbal, foi o pano de fundo o Festival Liberdade 2017 que deslumbrou com a serra, o rio e a praia.
Marcada desde logo pelo assinalar dos 55 anos do 24 de Março, Dia Nacional do Estudante, e os 70 anos do 28 de Março, Dia Nacional da Juventude, nesta edição estiveram diretamente envolvidas na organização das diversas iniciativas do Festival, mais de meia centena de estruturas associativas, mais de 800 Jovens.

Na 5ª edição foram consolidados espaços e projetos como a Mostra Associativa, do Palco Paz, a Tenda Juventude, a Sala Teatro e Cinema, o Palco Igualdade, o Desporto, a mostra Arte em Liberdade.

Foram dois dias marcados pelos espetáculos dos Amor Electro, do Bezegol, do Diogo Piçarra, dos Xutos & Pontapés, dos Supernova e da Capicua e pelas 60.000 pessoas que o visitaram.

 

2018

Aconteceu nos dias 15 e 16 de junho, na Praia dos Moinhos, em Alcochete, o Festival Liberdade 2018. Dois dias de música, dança, teatro, cinema, demonstração de diversas atividades desportivas, de exposição de trabalhos de uma dezena de jovens artistas da Região na vertente das artes visuais, de encontro do Movimento Associativo Juvenil e de conversa / debate sobre os “70 anos da aprovação da Declaração Universal dos Direitos do Homem”. A 6ª edição contou como cabeças de cartaz: Valas, Piruka, DJ Gamiix, DJ Setecta Clemente, Persona 77, Marta Ren & Groovelvets e Richie Campbell. O programa Maluco Beleza, de Rui Unas, foi pela terceira vez, transmitido em direto do Festival, com a apresentação dos espetáculos do palco principal – Palco Liberdade – e entrevistas aos artistas, autarcas e associações juvenis.

Estiveram envolvidas mais de três dezenas de estruturas de Juventude, com a participação de mais 900 jovens na sua produção e mais de 35.000 visitantes.